Desenvolvimento humano nas empresas

Primeiramente, faz-se necessário pensar sobre os conceitos de Administração de Recursos Humanos, Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Humano. O primeiro refere-se às políticas e práticas voltadas para os processos de recrutamento, seleção, treinamento, recompensas e avaliação dos profissionais, na direção dos objetivos e metas das instituições.

Gestão de Pessoas é o conjunto de atividades e pessoas que se preocupa com o capital humano das organizações, direcionado para o sucesso da competitividade organizacional, promovendo os processos de recrutamento e seleção; aplicar, recompensar, desenvolver, manter e monitoras pessoas.

Desenvolvimento Humano é o processo que tem como finalidade assessorar a implementação da política organizacional, focando nos talentos humanos. O Desenvolvimento Humano é o conjunto de práticas e políticas que visam à potencialização das habilidades e competências pessoais, bem como a valorização das pessoas como seres que se desenvolvem em uma perspectiva de crescimento individual e coletivo.

Nos dias de hoje, as instituições ampliam cada vez mais sua visão e atuação estratégica em relação aos processos de parceria; e dentro dessa perspectiva, os profissionais vinculados às organizações, são cada vez mais valorizados e percebidos como fundamentais para o sucesso das instituições; por isso, tem-se adotado a implantação do setor de Desenvolvimento Humano como estrategia organizacional.

Importante ressaltar que a adoção da estrategia acima referida não invalida o que se conhece como gestão de pessoas; pois esse é um processo inerente às instituições e está para além do setor de Recursos Humanos ou do Desenvolvimento Humano; e relaciona-se ao fazer a gestão de processos, dando um enfoque diferenciado às pessoas que são parte do contexto; nesse sentido, os líderes de equipes devem ser gestores de pessoas, portanto perceber a importância do fator humano nas organizações.

Na perspectiva de compreender que as pessoas produzem, vendem, tomam decisões, atendem, comunicam, supervisionam, dirigem negocios, estabelecem metas, executam e avaliam metas e ações, portanto precisam ser tratadas como parte relevante do contexto organizacional e precisam estar inteiradas e compartilhar dos objetivos institucionais, a fim de que possam contribuir com o sucesso das mesmas.

A gestão de pessoas é um processo que precisa ser planejado, organizado e monitorado e deve estar de acordo com os objetivos desejados das instituições. Conhecer e socializar a missão, a visão, os objetivos organizacionais e realizar análise das oportunidades e ameaças, das forças e das fraquezas, faz-se imprescindível para alcance dos êxitos pretendidos.

×
Olá. Aqui é o Profº Roberto Bob Hirsch, posso te ajudar?